Uso do biodiesel gera economia e benefícios ao país

Informativos 3 de August de 2023

Uso do biodiesel gera economia e benefícios ao país

Especialista avalia impactos positivos do biodiesel, energia limpa e renovável, que busca fortalecer estratégia nacional de aumentar a participação de fontes renováveis na matriz energética brasileira.

O biodiesel é um biocombustível obtido a partir de óleos vegetais, como os de soja, palma, algodão etc., residuais, como o resultante de frituras, e gorduras animais. Por ser produzido utilizando-se recursos naturais, é considerado uma fonte de energia limpa e renovável, tal como as energias solar e eólica, sendo uma alternativa sustentável e econômica ao diesel fóssil e outros combustíveis derivados do petróleo.

Como parte de uma estratégia nacional de transição energética, desde abril deste ano o percentual de biodiesel misturado ao óleo diesel vendido ao consumidor final foi elevado de 10% para 12%, de acordo com resolução aprovada pelo CNPE (Conselho Nacional de Política Energética). Essa alteração cumpre as novas diretrizes do governo federal, que pretende aplicar um aumento progressivo ao percentual de adição do biodiesel ao diesel – o plano é que, até 2026, a mistura chegue a 15%.

André Lavor, presidente e um dos fundadores da Binatural, empresa especializada em biodiesel que atua no mercado desde 2006, explica que a adição de biodiesel ao diesel é importante para a redução de impactos ambientais e na saúde da população.

“Os benefícios são inúmeros, tanto para o homem quanto para o meio ambiente, visto que o biodiesel desempenha um papel fundamental na redução das emissões de gases de efeito estufa e, consequentemente, na contenção do aquecimento global”, diz. “Porcentagens de biodiesel misturadas aos combustíveis fósseis diminuem a emissão de partículas e gases tóxicos durante a combustão, o que colabora para melhorar a qualidade do ar nas cidades.”

Benefícios à economia

André Lavor ressalta que o uso do biodiesel também impacta positivamente as esferas econômica e social do Brasil, trazendo inúmeras vantagens ao país, que é um dos três maiores produtores mundiais de biocombustíveis. “Uma das vantagens é a diversificação da matriz energética brasileira e a diminuição da necessidade por importação de combustíveis fósseis, aumentando a autonomia do país e tornando-o menos dependente de fontes de energia não renováveis”, esclarece.

A resolução aprovada pelo CNPE de aumentar a porcentagem de biodiesel levou em conta, ainda, que esta medida representa a redução de necessidade de importação de óleo diesel. Estima-se que, em 2023, deixe de ser importado 1 bilhão de litros de óleo diesel e, em 2026, 4 bilhões de litros. Também é previsto no texto da resolução um aumento progressivo, até 2026, do valor destinado ao Programa Selo Biocombustível Social, que promove a inclusão de agricultores familiares de todas as regiões do país no mercado de biocombustíveis brasileiro.

O presidente da Binatural reforça a importância do papel do biocombustível no fomento à agricultura familiar e ressalta sua contribuição para a economia circular ao utilizar resíduos de diferentes processos como matéria-prima. “A cadeia produtiva do biodiesel promove a geração de empregos e renda em diversas áreas e estimula culturas agrícolas em pequenas propriedades, o que fortalece a agricultura familiar e permite um desenvolvimento sustentável”, analisa.

Próximo Binatural: Crescimento Sustentável na Produção de Biodiesel
Loading...
en_US