Binatural integra ranking da Valor 1000

Informativos 26 de setembro de 2023

Binatural integra ranking da Valor 1000

A empresa continua a fazer parte das 1000 maiores empresas do Brasil por mais um ano consecutivo, de acordo com o ranking publicado pela revista Valor Econômico.

A Binatural alcançou posições de destaque no ranking da Valor 1000, publicado pela revista Valor Econômico, que lista as mil maiores empresas do Brasil. Em relação aos maiores crescimentos em receita líquida, a filial baiana da empresa conquistou o 2º lugar do Brasil, e na categoria de rentabilidade do PL médio, obteve a 6ª posição. Além disso, a organização se destacou ao ocupar o 12º lugar entre as 20 melhores em índices de liquidez corrente. Em âmbito regional, a filial baiana ficou em 43º lugar entre as 50 maiores empresas da região.

A Binatural é uma indústria especializada na produção de biodiesel. A organização possui grande capacidade de produção, alcançando a marca de 600 milhões de litros de biodiesel anuais. Já a unidade de Goiás, também figurou no ranking como  em 12ª posição entre os maiores índices de liquidez corrente.

No ano passado, a filial da Bahia registrou um crescimento em sua receita líquida, que aumentou em 12,5 vezes, totalizando R$ 1,69 bilhão. Esses resultados positivos foram alcançados apesar dos desafios relacionados aos custos de capital elevados e ao aumento dos preços das matérias-primas. “A empresa atribui esse desempenho favorável às mudanças no mercado de biodiesel, que abriram oportunidades para vendas diretas das usinas para as distribuidoras”, afirma o CEO e CO-founder da Binatural, Andre Lavor.

O empresário aponta que a Binatural, além disso, adotou uma estratégia de negócios de longo prazo, mantendo seu foco em inovações tecnológicas e no uso de matérias-primas alternativas e sustentáveis. “Com base em suas estimativas, a empresa está otimista em relação às perspectivas para o ano atual, devido ao aumento de 10% para 12% no percentual de mistura de biodiesel no diesel”, comenta. A expectativa da empresa é que esse novo percentual resulte em um aumento de 17,5% na produção brasileira de biodiesel, chegando a 7,4 bilhões de litros neste ano.

De acordo com André Lavor, os resultados de 2022 foram construídos em meio a desafios significativos, especialmente devido aos custos de capital elevados e ao aumento dos custos das matérias-primas. Segundo ele, para explicar o avanço notável de 1.155% nas receitas líquidas, assim como a evolução positiva do Ebitda e do resultado líquido em comparação a 2021, é fundamental destacar algumas questões importantes no setor que contribuíram para esse desempenho.

“No geral, soubemos aproveitar a oportunidade proporcionada pela mudança no modelo de comercialização de biodiesel, através do aumento de share, investindo em capital humano e enfatizando inovações tecnológicas e matérias-primas sustentáveis”, diz Lavor. “Essas ações foram essenciais para enfrentar os desafios do ano e obter um desempenho surpreendente em meio a um cenário econômico complexo.”

Lavor ressalta que, até o momento, o desempenho da empresa tem sido promissor este ano. Segundo o CEO & CO-founder da Binatural, uma das influências foi a revisão no cronograma do percentual de mistura de biodiesel ao diesel fóssil. “A partir de abril, a mistura passou de 10% para 12%, o que representa um aumento significativo na demanda por biodiesel. Com a entrada em vigor do B12 (como condicionado no mercado), a produção nacional de biodiesel deverá saltar de 6,3 bilhões de litros, em 2022, para 7,4 bilhões em 2023, um aumento de 17,5%”, informa.

O especialista em biodiesel ressalta que, ao longo do último ano, a Binatural concentrou-se na busca pela eficiência operacional, revisando processos, construindo áreas focadas em análise de dados e implementando equipes de melhoria contínua. “Os investimentos seguirão esse mesmo enfoque, com ênfase em tecnologia, automação e inovação para impulsionar ainda mais o crescimento e a competitividade da empresa no mercado”, finaliza Lavor.

Anterior Parceria viabiliza geradores industriais movidos 100% a biodiesel no Brasil Próximo Binatural recebe certificação GPTW
Loading...
pt_BR